Se você está cansado de trabalho
imensuráveis e busca por resultados,
fale com a gente.
A Tract é seu time de
crescimento, seu parceiro.

Rua Primeiro de Maio, 105,
2º andar, Volta Redonda/RJ
T. +55 21 99946-1872
makewithus@in3tract.com
 

Tract - Growth Agency

Você sabe como fazer um pitch deck para vender a sua ideia?

Na semana passada, o conteúdo do See U In Mars foi sobre: “Como validar sua ideia de startup em 7 dias”.

Hoje, venho falar para quem já validou a sua ideia e está querendo se arriscar em nadar com tubarões, ou melhor, participar de uma rodada de investimentos.

Desmembrei os tópicos que nós consideramos essenciais aqui e utilizamos para montar nosso pitch decks.

Pitch decks

Apresentar trabalhos e pesquisas na frente de outras pessoas é, ou já foi, comum pra todo mundo. É difícil encontrar alguém que nunca fez isso na escola ou faculdade. Só que, no mundo das startups, essa forma de comunicação ganha outra relevância. Os chamados pitch decks são apresentações muito usadas pelos founders e empresários com a intenção de conseguir um investimento para sua startup.

Estrutura

A primeira coisa é pensar na estrutura, para atrair a atenção dos investidores e não ter uma apresentação entediante.

O pitch pode ser construído da forma que o empreendedor preferir.

Porém, existe uma estrutura em comum na maioria dos pitch decks bem sucedidos. 

  • Visão e proposta de valor
  • Qual é o problema?
  • Mercado alvo – Qual o tamanho da oportunidade?
  • Qual a solução você propõe? Como funciona o seu produto?
  • O que sua solução tem de especial? Qual o diferencial frente a concorrência?
  • Modelo de receita ou modelo de negócio
  • Validação e tração – Se você tem alguns clientes usando seu produto, fale sobre isso. 
  • Time – Por que você e sua equipe são as pessoas certas pra utilizar o investimento e alavancar a startup?
  • Finanças – Qual a projeção? Despesas?
  • Uso de fundos – Por que você precisa dessa quantia de dinheiro e como planeja usar?

Além desses principais tópicos

Você pode trazer alguns slides extras, como:

  • Parcerias: Possui alguma parceria estratégica? Pode ser feita como forma de licenciamento de propriedade intelectual ou um parceiro de distribuição que levará seu produto ao mercado.
  • Estratégia de saída: se você está levantando dinheiro de investidores, você precisa mostrar a eles como você planeja dar um retorno a eles. Você pode fazer isso na forma de um slide de “estratégia de saída” que descreve quem seriam seus compradores em potencial no caso de você expandir sua empresa e obter sucesso.

Dicas de ouro

  • Dados valem mais do que mil palavras

Ser um ótimo orador/apresentador é essencial para passar confiança aos investidores. Só que, na maioria das vezes, não é o suficiente para que ele esteja disposto a investir em sua empresa. Toda boa argumentação precisa estar acompanhada por números e pesquisas validadas.

  • Prepare-se: perguntas vão surgir

As perguntas variam entre quase todos os tópicos, desde a validação e solução até nível técnico e financeiro. Caso sua startup desperte curiosidade, o investidor vai perguntar, portanto, prepare-se para as perguntas – utilize pessoas próximas e colaboradores para questionar seu pitch desk antes.

  • Tenha uma boa história, Forrest.

Conquiste a empatia dos investidores através do relato de uma boa história.
De acordo com o livro “Made to Stick: Why some Ideas Survive and Others Die”, a probabilidade das pessoas lembrarem de uma história bem contada é de 63%, enquanto que para dados e estatísticas individuais essa porcentagem cai para apenas 5%.

Uma boa história contada proporcionará ao investidor o cenário ideal para entender o problema e, por isso, dar mais atenção ao seu pitch.

3 conteúdos para você se preparar ainda mais para esse momento:

E aí, curtiu o conteúdo? Tem algo que você acrescentaria na estrutura? Compartilhe sua opinião comigo!

Toda quarta um See U in Mars, conteúdo sobre Startups, Gestão e Inovação, comigo – @gabrielbrevesm.

Gabriel Breves

Um curioso com o propósito de melhorar a vida das pessoas. Apaixonado por cavalos, artes marciais e viagens. Especializado em Inteligência e Estratégia em Marketing pela ESPM. Crio e estruturo processos escaláveis e metrificáveis, diminuindo custos e otimizando todas as conversões de um funil. ps: dizem que o meu café é o melhor.

Sem Comentários

Poste um comentário