Se você está cansado de trabalho
imensuráveis e busca por resultados,
fale com a gente.
A Tract é seu time de
crescimento, seu parceiro.

Rua Primeiro de Maio, 105,
2º andar, Volta Redonda/RJ
T. +55 21 99946-1872
[email protected]
 

Tract Co

A diferenciação é o caminho para salvar o seu negócio?

Como diferenciar o seu negócio?


Muita gente pergunta…Como diferenciar uma padaria?Como diferenciar um supermercado?Como diferenciar uma escola infantil?

Sério… em todos os negócios que você imaginar, as pessoas sempre perguntam para gente: como que eu diferencio isso daquilo?

Bom, a realidade é que se você faz essa pergunta, você está olhando para o lado errado!

Provavelmente você deve se lembrar de que há muitos anos atrás utilizávamos fitas K7.

Depois, os CDS baratearam o acesso ao público para bandas menores.
Mas o MP3 mudou tudo…

E quando a maioria das pessoas acreditavam que já estava tudo ótimo e que não precisavam de mais nada…

Láááá Em 2003… o Steve Jobs lançava o Itunes com a proposta de mudar o consumo de música e o acesso ao entretenimento.

Eu, naquela época, achava absurda a ideia de comprar uma música sendo que eu poderia baixá-la no torrent.

O fato é que naquela época, o Steve Jobs já via uma mudança no comportamento do consumidor a partir de duas novidades tecnológicas interconexas:

  1. A conexão em banda larga
  2. A pirataria Digital

A velocidade da internet banda larga permitia que o download de uma música levasse menos do que um minuto e um álbum poderia ser baixado em menos de meia hora — algo impensável nos tempos da conexão anterior, que era a discada.

Isso fez com que as pessoas começassem a transformar suas coleções de CD em arquivos digitais — os então recém-lançados MP3…

E, estimulados pelo torrent, as pessoas podiam baixar giiiiigas de música e sem pagar nada!

As pessoas acumulavam discotecas gigantescas nos computadores.
E você deve estar pensando…

E o que tem a ver isso com diferenciar um negócio?

Você reparou como as coisas vão mudando? Como o comportamento do usuário vai mudando? E, consequentemente, o mercado também muda?

A reflexão que eu quero trazer é:

Você está acompanhando as mudanças que acontecem no seu mercado?

Muitas empresas não têm problemas de diferenciação, mas sim, o seu mercado mudou totalmente e sua proposta de valor não faz mais sentido.
Não tem mais o mesmo valor percebido.

E a tendência é que só piore para você.

Não-é-uma-questão-de-diferenciação.

É uma questão de ajustar o modelo de negócio.

Você abriria uma locadora de fita VHS?

10… 20… anos atrás. talvez. Hoje? Eu duvido.

Faz quanto tempo que você não vê uma fita de VHS?

Hoje não existe mais locadora.

Isso é uma mudança MACRO.

A gente não controla.

A gente interpreta e reage.

Se você não entender o que está acontecendo agora, criando a visão de onde o seu mercado vai estar daqui a 5,10 anos…

Eu não tenho boas notícias para você.

Não adianta só olhar para o passado e querer replicar tudo o que já foi feito.
É como querer dirigir um carro olhando pelo retrovisor, sendo que na verdade, você deveria olhar pelo para-brisa.

Você tem que olhar o que a estrada está trazendo!
Não o que já passou.

Então, acho que você tem que fazer uma reflexão sincera e pensar se você se vê no mercado em que está nos próximos 5… 10… 20 anos.

Veja só: a tendência é de que o governo abaixe barreiras de impostos, que historicamente são protecionistas em relação ao mercado interno.

E, nesse processo, as empresas vão ter que se reinventar e, igualmente, muitas vão quebrar. Por simplesmente, não conseguirem competir com produtos que vêm de fora com qualidade MUITO melhor e custo MUUUITO menor.

É um remédio amargo.

Mas que a gente vai passar.

Mas o ponto que eu quero tocar é:

Se você não faz o que gosta, se você não é apaixonado pelo que você faz a ponto de dedicar o tempo, energia e intelecto necessários para se reinventar, criando uma nova proposta de valor no mercado…

Se você não fizer algo que ninguém está fazendo…

E não adianta contar uma historia diferente, mudar a logo…

Há certos mercados que há taaantos concorrentes que o que você tem que fazer é criar uma nova proposta de valor, de uma forma que o seu negócio se proteja e tenha a barreira de entrada que seja uma inovação sua!

Há muita gente que não sabe nem explicar porque faz o que faz.
Que não sabe nem como foi parar onde está hoje.
Simplesmente trabalha na empresa da família e é isso aí…

Cara,
Se você não sabe o que faz, se não gosta…
A dica é: Pensa em um plano B.
Porque o custo que isso vai ter para você, vai ser bem alto.
Se você não está em um negócio que você AMA.

Se você não está disposto a passar dia e noite sem desligar, não porque tem a obrigação, mas sim porque aquilo é o que importa pra você…
Vai ser muito difícil competir com os seus concorrentes já motivados.

Pense em um concorrente com aparelhos para deficientes físicos…Ele trabalha com muletas, elevador, cadeira…
Sabe por quê?

O filho dele é um deficiente físico.
Ele sente aquela dor na pele todos os dias. E tornar a vida do filho dele melhor é a missão da vida dele.

Esse cara tem uma motivação que ninguém MAIS TEM!
Se você é o cara que não é apaixonado pelo que faz e quer competir com um cara que tem um propósito, vai ser muito difícil sua empresa sobreviver.

A boa noticia é que você pode tirar vantagem disso. Porque existem MUITOS mercados que têm gente que caiu de paraquedas e não é apaixonada no que faz…

Mas você é!
E aí, é o momento de você se reinventar e criar coisas fora da caixa…

Meu hack de hoje é esse.
Espero que isso te faça refletir.

Powered by Rock Convert
Vinicius Maia

É responsável pelo Planejamento Estratégico de Marketing na Tract Co, bacharelando em Administração pela Universidade Federal Fluminense, especializado em Neuromarketing pelo Instituto Brasileiro de Neuromarketing (IBN). Minha missão é disseminar como as empresa/pessoas podem inovar em comunicação e influenciar positivamente na vida das pessoas.

Sem Comentários

Poste um comentário