Se você está cansado de trabalho
imensuráveis e busca por resultados,
fale com a gente.
A Tract é seu time de
crescimento, seu parceiro.

Rua Primeiro de Maio, 105,
2º andar, Volta Redonda/RJ
T. +55 21 99946-1872
[email protected]
 

Tract Co

5 dicas de como fazer uma apresentação infalível

Hoje, eu vou mostrar para você como fazer uma apresentação infalível! Essa apresentação serve para qualquer situação e para qualquer tipo de profissional, seja Designer, Publicitário, ou até mesmo um diretor de uma StartUp.

Em algum momento da sua vida, você precisou fazer uma apresentação de Slide e sentiu-se mal por achar que não conseguiria ou que não era criativo o suficiente? Então, esse vídeo é para você! Vou te dar algumas dicas que mostrarão que, sim, QUALQUER PESSOA pode fazer uma apresentação muito boa e deixar todo mundo de boca aberta. Chega mais.

 

Dica #1: Tenha um Roteiro

Você precisa separar tudo o que vai falar e depois organizar em uma ordem que faça sentido para o seu expectador. Você pode fazer isso através de uma lista simples ou, até mesmo, de textos com todo seu conteúdo detalhado, mas o importante é que tudo siga uma ordem que seja natural e fluída até o final. Seu conteúdo precisa passar valor, então é essencial que seja bem escrito, buscando tanto adequar-se à norma padrão quanto ser coeso e estruturado. No fim, deve seguir uma linha de raciocínio sólida.

 

Dica #2: Acredite no que você está falando

Seja apaixonado pelo que você está falando! Você precisa gostar do que você vai apresentar e saber muito mais do que você vai expressar na sua apresentação. Isso faz com que você coloque toda sua energia e sua alegria ao falar sobre o assunto – o que naturalmente te deixa mais confortável, assim, sua mensagem tem uma chance maior de tocar as pessoas, porque elas saberão que a sua felicidade é verdadeira.

 

Dica #3: Visual Importa

Claro, não vale só falar bem, não é? Uma boa apresentação também precisa de um bom slide. Então, separei pequenos segredos dentro dessa categoria que vão ajudar muito a você, se liga só:

– Tipografia e Textos: Escolha uma tipografia que seja legível e simples e escreva o mínimo possível. O ideal é utilizar apenas para títulos e tópicos, e claro: Não fique lendo o Slide, faça com que o slide seja uma extensão do conteúdo que você vai falar. Use fontes de, pelo menos, tamanho 30 para títulos, quanto menos texto melhor.

– Cor: Use cores vibrantes e contrastantes. Cuidado, mexer com cores não é muito fácil, então quanto mais cores, mais difícil fica de combiná-las. E lembre-se também de saber onde você vai apresentar: É uma TV? É um projetor na parede? É num telão LCD? Tudo isso influencia nas cores que vai usar. Aconselho começar com as cores complementares, que são as cores opostas no círculo cromático, então se quer usar vermelho, use verde como detalhe; se quer usar azul, use laranja como detalhe; se quer usar um tom de roxo, use amarelo como detalhe e vice versa. Tente trabalhar essas cores com o fundo branco, título com uma cor e algum detalhe com a cor complementar, já vai dar outra cara para sua apresentação.

– Imagens: Uma imagem vale mais que mil palavras, sim, mas use moderadamente. Tente trabalhar uma imagem que traduza o que o seu título possivelmente não conseguiu passar. As pessoas tendem a identificar-se mais com imagens do que textos, então use em pontos específicos e de impacto. O mesmo vale para fotos, vídeos, ícones, sons e até mesmo gifs.

Menos é mais.

Dica #4: Conte uma história

Comece sua apresentação contando uma história com que as pessoas identifiquem-se. (Se for uma história pessoal e bem humorada: +1 ponto para você). Isso faz com que as pessoas reconheçam aquele problema ou aquela situação, facilitando toda a continuidade da sua apresentação, porque, automaticamente, o expectador vai embutir qualquer nova informação naquela situação em que você a colocou. Conte uma história que tenha início, meio e fim, e crie uma conexão com seu expectador. Cuidado, não confunda história com metáfora. História é uma situação real ou fictícia com o intuito de envolver o expectador no momento, já uma metáfora é uma analogia que pode explicar um assunto por meio de um outro.

Dica #5: Treine

Você já gaguejou numa apresentação? Quem nunca, né?

E qual a solução para isso: Treine, treine bastante. Apesar de você amar aquilo que esteja falando, algumas pessoas têm dificuldades ao falar na presença de outras pessoas, e isso é normal – eu mesmo já passei e ainda passo por isso, portanto, sempre treino antes. Com um roteiro bem definido, você pode ensaiar em casa falando para os seus pais, para os amigos, para a namorada ou para o namorado e, até mesmo, para o seu cachorro. O importante é treinar até chegar no ponto de saber todo o conteúdo de cor e de falar olhando nos olhos das pessoas (isso é muito importante). Se você conseguir unir a paixão pelo que está apresentando, um bom slide, uma boa história e uma dicção, você vai ter, com certeza, uma apresentação de sucesso.

E mais uma coisa…

 

Dica #6: Surpreenda!

Achou que tinha acabado? Achou errado!

Entregue sempre mais do que promete. Uma boa forma de fazer isso é esta: Sempre que “acabar” com o conteúdo da sua apresentação, deixe seu trunfo para o final e surpreenda! Sua audiência vai ficar extremamente satisfeita e você vai fechar com a famosa chave de ouro. Steve Jobs ficou famoso com esse gatilho em suas apresentações, de alguns “and one more thing…” já saíram produtos como iPod, iPhone e Macbook Air.

E ai, o que achou desse conteúdo? Sugiro que você use essas dicas e depois venha aqui me dizer se deu certo. Na semana que vem, vamos ter o Thiago Rezende, nosso Motion Designer, compartilhando um #hack de Design. Então se você gostou, comenta aí o que achou, qual dica você mais gostou ou acha que faltou e depois compartilha com um amigo que você sabe que vai gostar. Obrigado, galera, espero que tenham gostado e até a próxima.

Powered by Rock Convert
Vitor Ferrara

Product Designer na Tract Co, amo jogos de ação, tecnologia, gatos e plantas. Bacharel em Design pela UniFOA, sou apaixonado por ajudar as pessoas, principalmente através de produtos e serviços. Sou muito curioso, busco sempre aprender coisas novas e espero um dia ser lembrado por ter feito algo que mudou o mundo para melhor.

Sem Comentários

Poste um comentário